Sugestões:

  • pdi
  • desenvolvimento

Tipos de entrevista: conheça os tipos e suas principais aplicações

Tipos de entrevista: conheça os tipos e suas principais aplicações

Para um profissional de recursos humanos, compreender quais são os tipos de entrevista pode ajudá-lo a apoiar sua organização com mais eficiência, uma vez que elas são de enorme importância no processo de recrutamento.

Conhecer os principais componentes de um processo bem-sucedido pode ajudar a empresa a encontrar o candidato ideal. Cada vez mais, as entrevistas são uma parte importante do processo de recrutamento e seleção.

Elas ajudam os profissionais de RH a conhecer uma variedade de candidatos e determinar qual é o mais adequado para o propósito da organização. Além disso, entrevistas bem estruturadas podem ser feitas para identificar possíveis profissionais que se alinhem com os objetivos e a cultura da empresa. 

Esse primeiro contato é vital e deve fazer parte das estratégias do setor de recursos humanos da organização. Existem vários tipos de avaliações utilizadas para encontrar o candidato certo para uma organização. Alguns dos principais tipos de entrevista incluem:

Entrevista painel

Nessa modalidade, o candidato é entrevistado por um grupo de profissionais. Em geral, a equipe de avaliadores é composta por gestores de diferentes áreas da organização que terão relação com o potencial contratado, como recursos humanos, comunicação, marketing, redes sociais, relações públicas, vendas, entre outros. 

A escolha das áreas vai depender, claro, da vaga aberta, uma vez que deve haver relação com atuação do candidato. A entrevista é feita para avaliar um candidato sob várias perspectivas. Durante o processo, os avaliadores entram na sala e fazem questionamentos ligados à sua realidade específica ou aplicam dinâmicas ligadas às suas funções. 

Posteriormente, os responsáveis pela entrevista se reunem para trocar suas percepções sobre o que observaram. Com base na visão do grupo, o objetivo é levantar um perfil do profissional, levando em consideração os aspectos positivos e negativos percebidos. 

Entrevista em grupo

Nesse processo, diversos candidatos são avaliados em conjunto, de uma única vez. Trata-se de um método eficiente para vagas em que a exigência de conhecimento técnico é baixa e muitos candidatos possuem habilidades parecidas.

A ideia é que o recrutador possa comparar comportamentos e habilidades do profissional em relação aos concorrentes. Esse tipo de entrevista é bastante comum em processos seletivos de profissionais em início de carreira. 

Por essa metodologia, são usadas dinâmicas que ajudam os avaliadores a perceber quem se destaca dentre os demais. Esse modelo traz como um dos benefícios a otimização do tempo do avaliador, pois, ao lidar com muitos candidatos à vaga, conversas individuais se tornam inviáveis.

Entrevista remota

Essa modalidade é aquela que ocorre à distância, realizada por meio das muitas ferramentas digitais disponíveis (Skype, Zoom, Google Meet, Microsoft Teams, etc). Em geral, é feita de modo individual, mas é possível que o processo seja conduzido por um recrutador que aplique dinâmicas online a um grupo de candidato.

O benefício desse tipo de entrevista é o baixo custo do processo, seja para a organização ou para os candidatos, que não precisam se deslocar, por exemplo. Permite ainda participem de um processo seletivo profissionais localizados em qualquer região do mundo, uma possibilidade para funções a serem desempenhadas em home office. 

Entrevista comportamental ou por competências

Nos tempos atuais, inúmeras organizações se preocupam em contratar colaboradores que tenham as habilidades técnicas (as hard skills) necessárias, mas que também demonstrem possuir habilidades socioemocionais (as soft skills). 

É sabido que muitas vezes o profissional domina determinada função tecnicamente, porém, em razão da ausência de soft skills seu desempenho deixa a desejar. Além disso, o objetivo da avaliação é verificar se há afinidade entre a personalidade do candidato com a posição e com a cultura da organização.

Diante de tal de desafio, muitas organizações aplicam entrevistas com o objetivo de avaliar os aspectos comportamentais dos candidatos. No entanto, o passo inicial para que isso seja realizado é determinar quais são os traços fundamentais que o profissional deverá demonstrar e a ordem de importância de cada característica.

Entrevista técnica

Essa modalidade tem por objetivo confirmar se o profissional possui o conhecimento e as habilidades necessárias para cumprir as atividades da função a qual se candidatou. Trata-se de uma entrevista de grande relevância, uma vez que por vezes o candidato apresenta um bom currículo, estudou em instituições renomadas e tem qualificações necessárias, mas nem sempre tem os conhecimentos práticos.

Portanto, essa avaliação pode verificar se o possível contratado atende às necessidades do cargo e da organização. Na entrevista técnica, além da conversa com um recrutador, o candidato é submetido a testes de proficiência, avaliações práticas, dinâmicas e simulações que reproduzem situações próximas à realidade do cargo e a um dia na rotina de trabalho.

Entrevista com estudo de caso

Assim como ocorre na entrevista técnica, no estudo de caso, a ideia também é verificar o grau de conhecimento técnico do candidato. No entanto, a diferença é que essa avaliação busca descobrir como o profissional resolveria um desafio específico, ou seja, qual seria a resolução dele para um caso que pode ser real ou fictício.

Para avaliar a capacidade analítica e de resolução de problemas do candidato, o entrevistador solicita que ele faça a análise de um caso que contenha um problema característico da indústria ou negócio da organização e apresente uma solução. 

Na entrevista técnica, o avaliador verifica as aptidões do indivíduo de maneira mais ampla, tentando reproduzir as rotinas do trabalho. Em contrapartida, na entrevista de estudo de caso, o recrutador apresenta situações específicas, em geral, mais complexas, com o propósito de examinar se o nível de conhecimento do candidato está à altura das questões relacionadas ao cargo que ele almeja. 

Entrevista desafio

A entrevista desafio se assemelha bastante ao estudo de caso. Porém, enquanto a última costuma apresentar um problema real ao candidato, a entrevista desafio se concentra mais em aspectos lúdicos.

A ideia é que os candidatos utilizem sua capacidade de raciocínio lógico, entre outras habilidades. Para isso, a dinâmica pode envolver jogos de tabuleiros ou outros recursos. Em geral, o desafio é aplicado em entrevistas em grupo e exige planejamento do recrutador.

Entrevista de estresse

Em alguns casos, quando a função envolve a capacidade do profissional trabalhar sob pressão, entra em cena esse tipo de entrevista. O propósito específico dessa avaliação é verificar o nível de tolerância ao estresse do candidato à vaga. Nesse sentido, ela se assemelha à avaliação por competências.

O principal objetivo, no entanto, é checar a capacidade do indivíduo de lidar com situações complexas sem demonstrar esgotamento físico, mental e emocional. Se uma entrevista comportamental investiga aspectos distintos da personalidade, na entrevista de estresse todas as atividades são dedicadas a avaliar um ponto determinado. 

Entrevista estruturada

O modelo de entrevista estruturada segue uma estrutura de perguntas e um planejamento. O foco principal dessa modalidade é obter o máximo de dados em relação aos conhecimentos e personalidade do entrevistado por meio de questionamentos diretos.

Para esse modelo de entrevista é criado um roteiro fechado de questões, que deve ser aplicado a todos os candidatos. O avaliador deve estabelecer uma série de perguntas e definir a ordem que elas devem ser aplicadas. A partir disso, o mesmo roteiro é aplicado para todos os candidatos que passarem para a fase de entrevistas.

Ao contrário do que possa parecer, ter um roteiro não limita as possibilidades da entrevista. Com a estruturação e planejamento das perguntas, o recrutador consegue ter melhor controle da conversa e das respostas. Entre os exemplos de perguntas, podemos destacar: “quais são suas metas profissionais?”, “Quais são os seus pontos fortes?”, “Quais comportamentos na esfera pessoal e profissional você precisa melhorar?”

tipos-entrevista-curriculo

Entrevista não estruturada

As entrevistas não estruturadas não seguem um roteiro ou planejamento. Em vez disso, a conversa é conduzida de modo natural e conforme uma situação e contextualização estabelecida no momento. Em vez de formular perguntas específicas, o recrutador deve enumerar uma série de temas e tópicos que precisam ser abordados durante a conversa. 

Não existe um roteiro, mas apenas um direcionamento em relação à condução da entrevista durante o processo seletivo. Dessa maneira, o modelo se parece mais com uma conversa entre avaliador e candidato.

Apesar dessa maneira de conduzir a avaliação possibilitar mais tranquilidade ao candidato, existe o risco de o recrutador deixar de perguntar algo ou esquecer de avaliar algum aspecto relevante para a função.

Entrevista semiestruturada

O modelo de entrevista semiestruturada é bastante utilizado em processos seletivos. Trata-se de um misto das entrevistas estruturadas e não estruturadas. Aqui, o avaliador define um roteiro de questões que devem ser feitas aos participantes do processo seletivo. 

Tal roteiro, porém, não é algo fechado. Isso significa que o avaliador tem a possibilidade de alterar a ordem ou a maneira como as perguntas são realizadas, conforme a dinâmica do processo com o candidato à vaga.

Outro ponto é que se o entrevistador quiser aprofundar algum assunto a partir de algo dito pelo candidato, isso é possível. Portanto, a versatilidade e a liberdade do entrevistador para fazer as perguntas são os pontos positivos desse método.

Conheça a Human Solutions e administre o ativo mais importante, o ser humano

A Human Solutions permite que sua empresa faça avaliações e utilize ferramentas com foco no desenvolvimento humano. Somos especializados em desenvolver e acompanhar nossos clientes para desenvolvimento de talentos em projetos de curto e longo prazo.

Com ferramentas próprias, a Human Solutions é considerada a mais completa empresa para desenvolvimento de comportamentos, competências e inteligência emocional. Nossa missão é encontrar as melhores opções de ferramentas no mercado mundial.

Ao adquirir a representação exclusiva para o Brasil e América Latina dessas ferramentas, validamos sua aplicabilidade e as colocamos à disposição das organizações para alavancar processos de desenvolvimento organizacional e individual, seleção, coaching e capacitação.

Nossa visão é ampliar e extender alianças estratégicas com fornecedores e sócios (representantes), para conseguir uma maior penetração e massificação no mercado de ferramentas de desenvolvimento organizacional.

Nosso foco é disponibilizar as melhores ferramentas por meio de consultores. Para converter o ativo intangível mais valioso das empresas em resultados tangíveis para o negócio a partir da potencialização do talento, com considerável retorno do investimento.

Descubra como podemos ajudar sua organização a chegar lá. Fazer escolhas certas é fundamental para o sucesso do seu negócio.

tipos-entrevista-espera

Conclusão

Existem vários tipos diferentes de entrevistas, mas todas têm o mesmo propósito de permitir que os entrevistadores avaliem as habilidades, conhecimento, experiência, educação e personalidade do candidato para determinar se ele é adequado para o cargo. 

Dependendo do tipo de trabalho para o qual o profissional está se candidatando, ele provavelmente passará por vários tipos de entrevistas. Algumas empresas farão com que ele faça um teste como parte do processo de entrevista. 

Em geral, esses testes avaliam como a pessoa lida com determinadas situações, seu nível de habilidades em liderança, atendimento ao cliente e resolução de problemas. 

Eles também podem testar o quão honesto o candidato é com suas respostas; às vezes, eles fazem a mesma pergunta em vários formatos diferentes e comparam as respostas para ver consistência. Muitas vezes, esses testes são questões de múltipla escolha.

Para muitas organizações, a rotatividade acaba se transformando em um aumento nas contratações. E, na sequência desse crescente pool de candidatos, os responsáveis pela contratação estão procurando melhores maneiras de encontrar o melhor candidato para o trabalho. A entrevista é onde esse ajuste é feito.

Daí a importância dos profissionais de RH conhecerem bem cada tipo de entrevista, a fim de potencializar o processo de recrutamento e seleção em suas organizações. Buscar os melhores talentos no mercado pode fazer a diferença no sucesso de uma empresa.

HS Brasil

HS Brasil